Atrações Turísticas de Natal

Atrações Turísticas de Natal

Pontos Turísticos

Fortaleza dos Reis Magos

SoudoRNSoudoRNJun 11, 202090

Fortaleza dos Reis Magos

Fortaleza A Fortaleza da Barra do Rio Grande, popularmente conhecida como Forte dos Reis Magos ou Fortaleza dos Reis Magos, foi o marco inicial da cidade ” fundada em 25 de Dezembro de 1599 ”, no lado direito da barra do Potengi (hoje próximo à Ponte Newton Navarro). Recebeu esse nome em função da data de início da sua construção, 6 de janeiro de 1598, Dia de Reis, pelo calendário católico. Em formato de estrela, a fortaleza foi construída pelos colonizadores portugueses em 1598. Em 1633 foi invadida pelos holandeses. Anos mais tarde, os portugueses conseguiram retomar a cidade e o forte. O monumento ainda preserva os canhões expostos na parte superior do prédio, capela com porção de água doce e alojamentos. Praia do Forte (84) 3211.3820/ 3211.6166 Horário de visitação Diariamente â“ 8h00 â 16h00

 

 

Marco Colonial de Touros é um padrão chantado no ano de 1501 pelo Reino de Portugal  em área do atual município de Touros, no litoral do Rio Grande do Norte. O objeto tinha a finalidade de atestar a metrópole como descobridora e detentora daquela terra que mais tarde se chamaria Brasil.

A pedra, em forma de coluna, detém 1,62 m de altura e 32,5 cm de largura. Em uma de suas faces, possui a cruz da Ordem de Cristo e o escudo português esculpidos em relevo.

É considerado o monumento colonial mais antigo do Brasil e um dos primeiros registros portugueses no país, fazendo parte do Patrimônio Histórico Naciona.

 

Ponta Negra

<3

 

Ponta Negra

Por Editoria Férias Brasil

 

A mais badalada praia de Natal, Ponta Negra tem como marca registrada o Morro do Careca, uma duna de 120 metros de altura e cercada por vegetação, com acesso fechado. O cenário reúne ainda um mar repleto de banhistas, surfistas, adeptos do windsurf e do kitesurf, além da turma do stand-up paddle. Ponto de encontro de várias tribos, é frequentada por nativos e visitantes, que lotam as barracas do calçadão. O melhor ponto para banhos é o canto direito, entre o fim do calçadão e o Morro do Careca - por ali, o mar é mais calmo e ainda tem a ótima estrutura do bar de praia Old Five. 

O calçadão da praia passou por uma reforma em 2013 e recebeu uma faixa extensa para que os turistas e natalenses possam passear por aqui tranquilamente. No final de todas as tardes, vale a pena sentar à beira-mar para experimentar a famosa Pititinga, um peixe pequeno que é servido frito no palito.

Da praia parte um passeio de barco (chamado jangalancha) que contorna o Morro do Careca e vai até a praia do Alagamar, que é território da Aeronáutica. Ali, é possível nadar e relaxar por meia hora. O passeio dura uma hora e 15 minutos. As saídas são diárias (exceto às terças), às 10h, 11h15, 12h30 e 16h, e é preciso agendar pelos telefones  (84) 3027-0733 / 9-9455-9019. 

 

 

Praia do Forte

Praia do Forte NATAL RN | Praia do forte, Praias do brasil, Imagens da  cidade

Boa para banhos e a prática de windsurf, é protegida por recifes e vira uma piscina na maré baixa. Fica escondida entre o Forte dos Reis Magos e a Ponte Newton Navarro. 

 

 

 

2 – Praia dos Artistas

Saindo da Praia de Ponta Negra, encontraremos a Praia dos Artistas, que é uma das mais populares da capital. Aqui estão algumas casas noturnas badaladas, para aqueles que gostam também de aproveitar a vida noturna do litoral. Ela recebeu esse nome porque quando a cidade de Natal estava em urbanização, muitas personalidades importantes, como artistas e políticos se reuniam aqui para curtir o sol.

 

A dica mais importante fica apenas para seu banho. A Praia dos Artistas possui uma longa faixa de pedra que fica imersa quando a maré está mais cheia. Então sempre escolha com atenção o lugar para mergulhar.

Não deixe de visitar também o Centro de Artesanato da Praia dos Artistas. Além de conferir um lindo trabalho de artesãos de todo o Rio Grande do Norte, você pode experimentar iguarias tipicamente potiguar.

3 – Praia do Meio

A Praia do Meio é aquela preferida dos moradores da cidade. Por ter um fluxo baixo de turistas, é comum você encontrar natalenses passeando por aqui e curtindo o bom sol de todos os dias. Para quem gosta de mais tranquilidade e uma praia sem muito movimento, com certeza essa será a melhor praia da cidade! Ela também passou por uma revitalização em 2013, ganhando um lindo calçadão e alguns quiosques. Venha ver como ficou!

4 – Praia da Areia Preta

Diferente de muitas praias de Natal, em Areia Preta você encontra um mar sempre tranquilo e com poucas ondas. A água também é mais cristalina e morna, o que ajuda naqueles mergulhos que com certeza você dará por aqui. No calçadão é possível encontrar muitos quiosques que servem petiscos tradicionais da capital, como carne de sol com macaxeira cozida, peixe frito, tapiocas, água de coco e muito mais.

É na Praia da Areia Preta que você também encontra o famoso Relógio de Sol, um imenso relógio que mede as horas de acordo com a posição do sol. Ele passou por uma reforma e ganhou ainda mais vida entre os que passam por aqui.

5 – Praia do Forte

É aquela praia tradicional para todos os turistas. É onde o turista conhecerá grande parte da história de Natal e do desenvolvimento do Nordeste no período das capitanias. O Forte dos Reis Magos foi o primeiro do estado e considerado a primeira grande construção de Natal. Aqui, além de conhecer mais um pouco sobre a história do Brasil, você ainda pode curtir um dos pores de sol mais bonitos da capital.

 

A Praia do Forte dos Reis Magos em si é bem tranquila. Ela não tem tanta exploração turística, apesar de muitos visitantes gostarem de passar um tempo por aqui. Por ser cercada de pedras, o mar é sempre tranquilo. Há muitas piscininhas naturais por toda a Praia do Forte.

 

6 – Praia da Rendinha

Essa é a praia mais distante do centro de Natal. Até a construção da ponte Newton Navarro, a Praia da Rendinha era praticamente inabitada. À beira-mar você encontra muitas barracas e muito movimento. O mar é bastante tranquilo e, apesar de a água ser mais escura, ela é perfeitamente atrativa para banho.

 

Não deixe de visitar a Igreja de Nossa Senhora dos Navegantes, que foi a primeira de Natal. Và também até o Aquário e termine o seu dia nas barraquinhas da orla, experimentando a Ginga com Tapioca, um peixe servido feito sanduiche em massa de tapioca.

Você está conferindo as 10 melhores praias de Natal e arredores. Se está gostando das dicas, compartilhe no seu Facebook, ou tuíte, e convide os amigos!

 

7 – Praia de Pirangi do Norte

Apesar de estar em outra cidade (Pirangi do Norte), você nem perceberá que se afastou do centro de Natal para chegar até aqui. A Praia de Pirangi do Norte recebeu esse nome porque é banhada pelo Rio Pirangi. O mar, por consequência, é bem tranquilo, quase sem ondas. Dá para aproveitar muito e aqueles que gostam de praticar mergulho, aqui é um ótimo ponto.

 

A região possui uma boa estrutura e portos, de onde saem passeios para outras praias da proximidade e também para as galés, que ficam em alto-mar. Não deixe de visitar o Maior Cajueiro do Mundo, que fica nesta praia.

 

8 – Praia de Genipabu

Um dos cartões-postais do Rio Grande do Norte, e também de Natal, são as Dunas de Genipabu. Os enormes montes de areia fina e clara dominam a paisagem e contrastam com as águas azuis-esverdeadas do mar e do Rio Genipabu, que corta a região.

 

O ponto alto do passeio até aqui é fazer os passeios de bugue, com ou sem emoção, dependendo do trajeto que você preferir. Outra opção é fazer um pequeno tour de dromedário, animais adaptados às condições de deserto. As crianças, especialmente, ficam encantadas com os animais tão exóticos pertinho delas.

 

9 – Praia de Camurupim

Essa é outra praia que fica mais afastada da capital, mas é perfeitamente acessível. São apenas 30 quilômetros de deslocamento e o cenário da Praia de Camurupim parece que te trouxe para milhas e milhas longe da metrópole. Essa é uma das praias mais belas do Rio Grande do Norte, e fica na região de Nísia Floresta (já falamos dessa área e do roteiro paradisíaco por suas lagoas 

 

Essa praia ganhou fama pelas piscinas naturais que se formam na maré baixa e permitem banhos deliciosos. Outro ponto só visto também quando a água está baixa é a Pedra Oca.

 

10 – Praia de Búzios

A Praia de Búzios, a 23 km de Natal, é destino de turistas de todas as idades. Bela, com águas calmas e ótima estrutura turística, pode ser a opção de passeio de um dia a partir de Natal, pois há vans saindo diariamente, em vários horários, a partir de Ponta Negra.

 

Centro de Turismo

Centro de Turismo - Natal - Guia de Viagem e Turismo - TourBrazil

 

 

Centro de Turismo – Natal

O Centro de Turismo de Natal é um centro cultural e de artesanato. Construído no século 19 inicialmente como abrigo para mendigos e um orfanato, depois tornou uma cadeia pública e em 1976 virou o centro de turismo da cidade.

ATRATIVOS

O Centro abriga uma feira de artesanato e galeria de arte antiga e contemporânea. Apresenta um pouco da história potiguar através da evolução da cultura popular. Um dos principais atrativos é espaço do Forró com Turista, um show de música regional que acontece há muitos anos. No centro há várias lojas de artesanato, além de lanchonetes e restaurantes.

Fonte:https://tourbrazil.com.br/pontos_turisticos/centro-de-turismo-natal/

 

 

Museu da Rampa

27 12 18 Museu da Rampa IvanizioRamos

 

Museu da Rampa e Memorial do Aviador. Crédito: Ivanízio Ramos/Governo do RN  

Na semana de seu aniversário de 419 anos, Natal acaba de ganhar um novo atrativo turístico para seus moradores e milhares de turistas que visitam a capital potiguar a cada ano. Trata-se do Museu da Rampa, inaugurado nesta quinta-feira (27). A obra custou R$ 7,6 milhões em repasses feitos pelo Ministério do Turismo ao governo do Rio Grande do Norte, com contrapartida do estado de aproximadamente R$ 1 milhão. O local histórico, antes abandonado, foi restaurando, equipado e ganhou novos espaços, passando a ser um complexo cultural estruturado para receber visitantes. O Complexo da Rampa contempla desde paisagismo, concepção visual e acústica, até questões relacionadas ao patrimônio histórico, museologia como a restauração da base de hidroaviões de Natal.

“O Complexo Cultural da Rampa é fundamental para atrair novos visitantes ao Rio Grande do Norte. O atrativo cultural junta-se ao novo Centro de Convenções de Natal, inaugurado no dia 08 de dezembro, no valor de R$ 30 milhões, que irá dinamizar a economia do turismo local com a realização de grandes eventos, feiras e congressos. Dessa forma, o Ministério do Turismo está contribuindo de maneira significativa para ampliar a atração de turistas para Natal”, disse o ministro Vinicius Lummetz ao parabenizar a cidade pelo “presente” de aniversário.

O novo museu conta a importância de Natal nos primórdios da aviação e da participação da cidade na Segunda Guerra Mundial, quando a capital Potiguar sediou a maior base aérea americana fora dos Estados Unidos. Na época, quase 20% da população natalense era composta por militares americanos que influenciaram a cultura e costumes locais. A atração turística também promete mudar o entorno do local, no Bairro de Santos Reis, um dos núcleos urbanos desde a origem da cidade, fundada no dia 25 de dezembro de 1599. O Museu da Rampa fica na foz do rio Potengi, que banha a capital do Rio Grande do Norte, onde pousavam os hidroaviões que cruzavam o Atlântico.

O complexo turístico conta com um museu e o memorial do aviador com área para exposições temporárias e permanentes. O espaço em homenagem aos aviadores que passaram por Natal terá ainda auditório para 126 pessoas, bar temático, estacionamento para 85 carros, lojas de souvenir e píer para contemplação do pôr do sol do rio Potengi, considerado um dos mais belos do Brasil. A área construída é de 13 mil m². “É um equipamento importantíssimo para a história, o turismo e a cultura do nosso estado, que na certa atrairá o turista norte-americano, ainda incipiente por aqui”, comentou o secretário estadual de Turismo, Manuel Gaspar.

HISTÓRIA - A Rampa para hidroaviões no rio Potengi foi ponto obrigatório de parada dos aviadores que atravessavam o Atlântico Sul entre as décadas de 1920 e 1940. Mais tarde, durante o conflito mundial, a posição estratégica de Natal, situada no “cotovelo” da América do Sul, abrigou a maior base militar dos EUA fora daquele país, se tornando a pista de pouso mais movimentada da época, localizada no atual município de Parnamirim, na região metropolitana, atualmente Base Aérea de Natal onde são treinados os pilotos da FAB.

A data de 29 de janeiro de 1943 é marcada na história de Natal pelo encontro entre o presidente americano durante a Segunda Guerra, Franklin Delano Roosevelt, e o presidente brasileiro Getúlio Vargas. Na ocasião, eles celebraram, na Rampa, a Conferência do Potengi, transformando o local em base militar americana e selando a participação do Brasil no conflito, que resultaria na vitória dos aliados contra as tropas dos Países do Eixo. Natal ficou conhecida como o Trampolim da Vitória, em razão dessa participação na Segunda Guerra pela sua posição estratégia.

 

Fonte:http://www.turismo.gov.br/

 

 

MUSEU CÂMARA CASCUDO

Museu Câmara Cascudo tem programação gratuita na Semana do Museu em Natal |  O que fazer em Natal e Região | G1

 

O Museu Câmara Cascudo tem por missão a conservação, investigação, exposição e divulgação do patrimônio histórico, natural e cultural do Rio Grande do Norte sob sua guarda. Vinculado à Universidade Federal do Rio Grande do Norte, foi fundado, em 1960, como Instituto de Antropologia, por iniciativa do então reitor Onofre Lopes e dos professores Luís da Câmara Cascudo, José Nunes Cabral de Carvalho, Nivaldo Monte e Veríssimo de Melo. A ideia inicial era formar, na universidade, um grupo de trabalho interessado no estudo de algumas áreas ainda pouco exploradas no estado, como a paleontologia, a geologia do quaternário, a antropologia cultural e a arqueologia. Em 1969, instalou-se na sede definitiva, ocupando uma parte do terreno da Sociedade de Assistência aos Filhos de Lázaros, no bairro do Tirol. O museu presta serviços científico-culturais à comunidade local e aos visitantes de outras localidades, por meio de suas atividades de ensino, pesquisa e extensão, bem como do atendimento ao público em suas exposições. Seu acervo é formado, principalmente, por coleções antropológicas, arqueológicas, geológicas e paleontológicas e serve de suporte ao desenvolvimento e à atualização das atividades científicas e pedagógicas do estado.

Endereço: Avenida Hermes da Fonseca, 1398, Tirol, Natal.
Site: www.mcc.ufrn.br
Facebook: @mccufrn
E-mail: museucc@mcc.ufrn.br
Telefone: +55 84 3342-4914,+55 84 3342-4913
Contato específico para acessibilidade: +55 84 3342-4912, educativo.mcc.ufrn@gmail.com


Visitação:
Terça a sexta-feira: de 8:30h às 17:30h.
Sábados e domingos: de 12:30h às 17:30h.
com audiodescrição, AQUI.

 

O Aquário Natal, localizado na praia da Redinha Nova, atrai milhares de turistas todos os anos com seus animais marinhos e com o seu minizoológico, que desde junho deste ano tem como nova atração o hipopótamo Yago, o "bebezão" de 350 quilos, que já conquistou a simpatia de adultos e crianças.

Em dezembro de 2015, uma nova atração chegou ao Aquário Natal, que foi um filhote de lobo marinho, que ganhou um ambiente exclusivo, com uma tanque de água e espaço seco.

Mas a grande atração do aquário são os tubarões lixa, que são inofensivos, mas só o nome "tubarão" já causa calafrios devido a fama de devoradores nos filmes, como "O Tubarão”, de Steven Spielberg, de 1975, o campeão do gênero de terror e suspense. A trilha sonora do filme, de John Williams, já causava medo.

No quário Natal o turista até pode tocar num tubarão lixa que fica num tanque de toques, ou ainda mergulhar com eles num tanque maior inaugurado em 2013.

No tanque de toques, adultos e crianças podem colocar a mão no dorso do tubarão e sentir a sua pele áspera que lembra uma lixa de unha, daí o seu nome.

No caso da pessoa ser mais corajosa, gostar de aventura e dispor de um dinheiro extra, o Aquário Natal desde o segundo semestre do ano passado disponibiliza um mergulho com os tubarões lixa e tartaruga no tanque maior.

O Aquário Natal recebe por ano mais de 150 mil visitantes, entre turistas e alunos das escolas públicas e particulares do Rio Grande do Norte e de vários estados do Nordeste.

Com 15 anos de atividade, aquário no ano passado construiu dois tanques grandes para abrigar os tubarões lixa e os pirarucus, os maiores peixes de água doce do Brasil. O tanque do mergulho mede 15 metros de comprimento por cinco de largura. A profundidade atinge 2,5 metros. São mais de 200 mil litros de água salgada no seu interior, onde também vivem outras espécies como rêmoras, pequenos peixes de coral e uma tartaruga verde (Chelonia mydas), que não fazem parte da cadeia alimentar dos tubarões.

Os tubarões lixas pertencem a uma das 400 espécies existentes desses peixes cartilaginosos (Chondrichthyes) marinhos existentes no mundo. No Brasil, cerca de 300 espécies habitam a nossa costa.

Biólogo e um dos proprietários do aquário, Douglas Brandão, explica que em Natal é o único local do Brasil onde o visitante pode ter este contato direto com o tubarão.

"Temos o tanque de toque há dez anos e de lá para cá recebemos muitos visitantes interessados em acariciar o peixe. Nunca tivemos nenhum incidente, pois ele já é projetado para esta atividade, além de que sempre há um instrutor para orientar como o visitante pode tocar no tubarão”, diz o biólogo.

Segundo Douglas, a ideia do tanque surgiu com o objetivo de mostrar para as pessoas que nem todo tubarão é agressivo. "Existem espécies que não são agressivas, das 400 catalogadas, 70% não são violentas", explica.

Para os visitantes que fazem o mergulho com os tubarões, a experiência é única e cheia de adrenalina, mesmo sabendo que este tipo de tubarão á dócil.

O biólogo relata que casos de ataques de tubarão lixa são muito raros. “Só houve alguns em ambiente natural, mas mesmo assim foram os mergulhadores que puxaram o peixe”, conta Douglas, salientando que em ambiente controlado, com o aquário, é muito difícil haver um ataque.

O tubarão que fica no tanque de toque está com quase dois metros de comprimento e a permissão para o toque só acontece quando o animal “estaciona” num determinado local do mesmo. Quando ele está em movimento, os instrutores não permitem o toque.

O mergulho com os tubarões é uma parceria do aquário com a Natal Divers, uma empresa especializada de mergulho.

O tempo de mergulho é em torno de 20 minutos e custa R$ 180,00 (preço sujeito a alteração).

Para realizar o mergulho, a pessoa precisa agendar antes, já que são feitos apenas dois por dia para não estressar os animais.

O tanque de mergulho tem cinco tubarões, peixes e uma tartaruga.

Antes de mergulhar, o visitante recebe noções básicas da atividade e depois coloca a roupa adequada com cilindro de oxigênio, os pés de pato e a máscara. Depois disso,  cai na água acompanhado do instrutor.

Além de tubarões, o Aquário Natal possui outras 60 espécies de animais marinhos, como pinguins, arraias, cavalos marinhos e peixes de água doce, além de jacarés e outros animais, funcionando como um mini zoológico.

O Aquário Natal também recebe animais marinhos para tratamento e depois os libera para o Ibama fazer a sua reintrodução no seu habitat.

 

Diariamente das 8h às 17 horas.

R$ 30,00 (adultos em dinheiro)

R$ 15,00 (crianças de três a 11 anos, esdutantes e melhor idade).

R$ 33,00 (adultos no cartão de crédito)

R$ 16,50 (crianças de três a 11 anos, esdutantes e melhor idade no cartão)

Endereço

Av. Litoranea, 1091, Redinha Nova, Extremoz/RN, CEP: 59575-000. Telefones: (84) 3224-2177.